"O teu amor é uma mentira que a minha vaidade quer. E o meu, poesia de cego você não pode ver."
Cazuza (via ouvidoriapoetica)

Infinito particular

Você entrou em mim
Nos meus armários
Cheirou minhas roupas
Abriu minhas janelas
Para o sol entrar
Você entrou em mim
Debaixo do meu chuveiro
Vendeu meus riscos
Se fez poesia
No meu infinito particular

Descortinar

"Vamos viver o hoje, como se amanhã fosse tudo se fuder."
Brendon Moraes.  (via effectum)
"Estou naqueles momentos silenciosos em que pouca coisa parece fazer sentido."
Clarice Lispector.  (via inverbos)
"Amor pra mim é aquela vontade da gente se fundir com o outro até o mundo terminar. Tem um quê de desespero, pois a gente tem medo da perda. Tem um quê de descontrole, pois ninguém tem domínio de um sentimento tão puro quanto esse. Tem um quê de coragem, porque a gente passa por cima de muitas coisas. Tem um quê de paciência. Tem um quê de cumplicidade. Tem um quê de segredo. Tem uma pitada de muitas coisas."
Clarissa Corrêa.  (via thiaramacedo)
"No fim, a gente aprende que tudo pode ser vivido só uma vez. Uma coisa ruim me faz te abraçar forte. Aí eu entendo quando as pessoas dizem que amando a gente abraça o mundo, porque, pelo menos aqui e agora, meu mundo inteiro é você. Meus pés são a parte de mim que mais tenho vergonha e foi justamente por ali que você começou a fazer amor comigo. Como se iniciar pelo meu pior fosse um jeito de dizer que me aceitava, que me queria de qualquer jeito, azar se desde guria sempre fui a última a ser escolhida, do amor a times de vôlei. Você disse que eu tinha uns pés lindos, mas lindo mesmo fica você quando mente pra mim. É cedo pra dizer, ou tarde demais pra fugir."
Gabito Nunes.    (via pronuncio)
"Por isso, eu te peço. Me provoque. Me beije. Me desafie. Me tire do sério. Me tire do tédio. Vire meu mundo do avesso."
Clarice Lispector.  (via inverbos)
"Insegura de você."
B. Damasceno (unrepaired)
"Quando você começa a não se importar, as coisas começam a ficar mais fáceis."
Gossip Girl. (via inverbos)